Monthly Archives: julho, 2017

Por volta das 10:00h da manhã desta terça feira (25), foi executado a bala o Guarda  Municipal da Prefeitura de Paulo Ramos, identificado como Andrey Raneman, no momento ele estava no seu local de trabalho Posto de Saúde no Bairro Santa Rosa.

Testemunhas disseram que a vítima estava sentada quando foi alvejada por 05 disparos à queima-roupa na região da cabeça. Os autores foram dois meliantes que chegaram em uma moto Bros, praticaram o crime e se evadiram do local, tomando rumo ignorado.

Segundo informações paralelas, a polícia investiga se a morte estaria relacionada a um desentendimento entre o guarda municipal e um indivíduo não identificado no Festival Galo Duro em Paulo Ramos alguns dias atrás.

A polícia está em diligência na região no intuito de localizar a dupla de assassinos.

 

 

Com informações do Blog Antonio Filho

A direção municipal do Partido Socialista Brasileiro-PSB de Peritoró-MA, convoca seus filiados para o congresso ordinário. 

A reunião vai acontecer no dia 06 de Agosto na Escola Municipal Tiradentes, que fica localizada na travessa da faixa S/N°, na cidade de Peritoró, a agremiação tem como objetivo  discutir e deliberar sobre os seguintes temas; Regimento interno do congresso, eleição do diretório, eleição dos delegados,eleição da comissão executiva, eleição do conselho fiscal e  eleição do conselho de ética.

O vereador Constantino Santos Neves, é o presidente do Partido Socialista Brasileiro-PSB de Peritoró.

O traficante Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, revela em livro que ajudou o ex-governador Sérgio Cabral na campanha de 1996 — quando o então deputado presidente da Assembleia Legislativa do Rio disputou o cargo de prefeito e perdeu. No texto, um manuscrito, o traficante conta que a equipe de Cabral pediu o apoio dele no Complexo do Alemão e que o ex-governador esteve com ele durante uma hora num camarote na favela durante um show do Molejo.

Image title

Na época do encontro, Marcinho já chefiava o tráfico local. Cerca de um mês depois, ele foi preso em Porto Alegre. Marcinho VP foi condenado a 44 anos de prisão — 10 por tráfico e outros 34 por mandar matar duas pessoas, crime que ele nega.

O traficante considera que sua transferência para o sistema penal federal, em 2007, foi uma decisão de Cabral. Ele está há 10 anos nos presídios de segurança máxima. Marcinho chama o ex-governador de “ladrão” e “traidor”.

De acordo com o texto, ele convidou o então candidato e sua comitiva para um camarote instalado para o show do Molejo com cerca de 100 líderes comunitários. Ele lembra que Cabral subiu a comunidade com “fôlego, vitalidade e confiança”. Marcinho conta que o ex-governador fez elogios a juventude do traficante: “O futuro do país pertence a vocês, jovens”, teria dito Cabral, segundo Marcinho.

A defesa do ex-governador nega o encontro. O advogado Rodrigo Henrique Roca Pires, que representa Cabral, afirmou que nunca houve essa reunião, nem ajuda do traficante na campanha:

— Nenhum outro governo foi tão duro quanto o combate ao tráfico de drogas. Claro que não teve esse encontro. É uma afirmação completamente descabida. As pessoas usam os meios mais esdrúxulos para chamar atenção para si e seus interesses. Certamente uma informação dessa que não é verdadeira, mas ele vai conseguir vender muito mais.

Vida do crime

O livro, com publicação prevista para outubro, tem o título provisório de “O Direito Penal do inimigo: Verdades e Posições”. Marcinho VP conta que nasceu em Vigário Geral e mudou-se ainda bebê para a Vila Norma, em Meriti. O pai foi assassinado quando ele tinha dois anos. A mãe, que ele classifica como uma guerreira, foi presa quatro vezes — ele não revela os crimes dela.

Por isso, foi criado com os três irmãos por uma tia. Ele ainda revela que tem três primos policias e um irmão vereador. Começou a trabalhar aos 9 anos e a roubar aos 13 para comprar roupas de marca. Abandonou a escola na 5ª série. Foi detido pela primeira vez aos 16 por um roubo de carro que deu errado.

Marcinho admite que roubou carros, participou de saidinhas de banco, assaltou agências bancárias seis carros-fortes. No entanto, no manuscrito obtido pelo EXTRA, não conta como se deu a sua participação no tráfico de drogas. Ele é apontado, ao lado de Fernandinho Beira-Mar, como um dos chefes da maior facção criminosa do Rio.

A cadeia

VP, que foi diagnosticado com depressão, reclama da vida preso. Ele conta que fica 22 horas do dia sozinho na cela. Ele já ficou preso em Mossoró, no Rio Grande do Norte, e em Catanduvas, no Paraná.

Na obra, ele também relata a relação que tem com outros traficantes. Diz que Beira-Mar é carismático e quem o conhece sabe que “seu coração é proporcional à sua fama”. Os dois só se conheceram pessoalmente na cadeia, segundo VP.ho

Marcinho também conta conversas que teve com o xará Marcinho VP, antigo chefe do tráfico do Morro Dona Marta, em Botafogo. “Você está sempre saindo no Fantástico, no Jornal Nacional. O verdadeiro Marcinho VP é você. Eu sou o VP do Paraguai”, disse o VP do Alemão para o xará.

O Marcinho VP do Dona Marta morreu em 2008. Ele foi encontrado dentro de uma lixeira no presídio Bangu III. Marcinho VP do Complexo do Alemão foi apontado como um dos mandantes do crime. Ele não estaria gostando das entrevistas que o antigo comparsa dava — baseada nelas, o jornalista Caco Barcellos escreveu o livro “Abusado”. No manuscrito para o seu livro, o VP do Alemão nega a acusação.

Apoio à Lava-Jato

O traficante também faz reflexões sobre a política. Marcinho afirma que a Operação Lava-Jato é um “sopro de esperança que varre o país e reacende o sentimento de orgulho nas pessoas de bem”. Ele também afirma que a operação é um patrimônio da sociedade brasileira e diz que agora os poderosos sabem que ela representa o fim de uma era de impunidade. Marcinho VP também fez comentários sobre a UPP. Para ele, faltou o estado fornecer assistência social. Ele admite que o crime tem um forte componente social.

Fonte: Com informações do Jornal Extra

Mais de 70 mandados judiciais estão sendo cumpridos em 51 cidades.

A Polícia Federal (PF) cumpre a segunda fase da Operação Glasnost, que investiga exploração sexual de crianças e o compartilhamento de pornografia infantil na internet, na manhã desta terça-feira (25). A ação cumpre mandados em 51 cidades de 14 estados brasileiros.

Foram expedidos três mandados de prisão preventiva, 72 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

Até as 8h20, 20 pessoas tinham sido presas, sendo 17 em flagrante e três preventivas. As preventivas foram cumpridas em Paranapanema e Guarujá, em São Paulo, e Santarém, no Pará.

Segundo a PF, a investigação teve como base o monitoramento de um site russo utilizado como uma espécie de “ponto de encontro” de pedófilos do mundo todo.

Os investigados produziam e armazenavam fotos e vídeos de crianças, adolescentes e até mesmo de bebês com poucos meses de vida, muitos deles sendo abusados sexualmente por adultos, e as enviavam para contatos no Brasil e no exterior.

As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe.

A PF disse ainda que as investigações resultaram na identificação de centenas de usuários, brasileiros e estrangeiros, que compartilhavam pornografia infantil na internet, bem como de diversos abusadores sexuais e produtores de pornografia infantil, tendo sido identificadas, ainda, diversas crianças vítimas de abuso.

Primeira fase

A primeira fase da operação foi deflagrada em novembro de 2013. À época, foram cumpridos 80 mandados de busca e prisão e realizadas 30 prisões em flagrante por posse de pornografia infantil. Também foram identificados e presos diversos abusadores sexuais, bem como resgatadas vítimas, com idades entre 5 e 9 anos.

O nome da operação

O nome da operação é uma referência ao termo russo que significa transparência. “A palavra foi escolhida porque a maior parte dos investigados utilizava servidores russos para a divulgação de imagens de menores na internet e para realizar contatos com outros pedófilos ao redor do mundo”, explicou a PF. Ao todo, 350 policiais participam da ação.

 

 Mandados estão sendo cumpridos em mais de 50 cidades de 14 estados brasileiros (Foto: Divulgação/PF)

Mandados estão sendo cumpridos em mais de 50 cidades de 14 estados brasileiros (Foto: Divulgação/PF)

G1 Paraná

O Governo do Maranhão antecipará, mais uma vez, o pagamento dos servidores públicos estaduais, disponibilizando na próxima sexta-feira (28) o salário referente ao mês de julho. O pagamento seria efetuado no dia 1º de agosto, mas, devido à viabilidade financeira do Estado, será antecipado. A determinação foi anunciada na última sexta-feira (21) pelo governador Flávio Dino.

“Terminamos de fazer as contas sobre o mês e iremos pagar os servidores do Governo do Maranhão, folha de julho de 2017, no próximo dia 28”, informou o governador.

O pagamento será efetuado antes do previsto no calendário elaborado para o ano de 2017, que antevê sempre os dois primeiros dias úteis do mês subsequente ao trabalhado

mapa matões do norte

 

Em 19 de julho, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Matões do Norte, Domingos Costa Correa, devido a realização de contratações temporárias irregulares. Formulou a manifestação ministerial o promotor de justiça Tiago Carvalho Rohrr, titular da Comarca de Cantanhede, da qual Matões do Norte é termo judiciário.

Consta nos autos que o MMPMA, desde 23 de maio de 2017, vem reiteradamente solicitando informações sobre a contratação de servidores temporários pela Prefeitura de Matões do Norte, notadamente para o cargo de professor, que já havia sido contemplado no último concurso realizado pelo Município.

Em 5 de junho, a Promotoria requisitou, no prazo de dez dias úteis, a relação de todas as pessoas contratadas temporariamente, contendo as datas de admissão e cargos; o encaminhamento de cópia dos contratos dos contratados; o encaminhamento de cópia de lei que autorizou a contratação temporária por excepcional interesse público e a publicação no Diário Oficial.

Também foi solicitada a cópia do edital de processo seletivo simplificado para a contratação temporária, bem como o resultado devidamente publicado no Diário Oficial.

No ofício, foi comunicado que, em caso de desobediência, o prefeito seria enquadrado na prática de crime previsto no artigo 10 da Lei nº 7.347/85, bem como por ato de improbidade administrativa. No período, o requerido pediu que o prazo de entrega se estendesse por mais 20 dias. No entanto, mesmo depois do encerramento do prazo, nenhuma resposta foi dada ao Ministério Público.

“Inúmeras foram as tentativas de obtenção de informações, mas o Município não tem atendido as requisições ministeriais. Na verdade, tem adotado práticas procrastinatórias para tentar embaraçar o trabalho do MP e encobrir as irregularidades investigadas”, afirmou o promotor de justiça.

PEDIDOS

Como medida liminar, o MPMA solicita que o Município entregue, no prazo de 10 dias, todas as informações já solicitadas sobre as contratações temporárias.

Em caso de descumprimento, foi sugerido o pagamento de multa diária no valor de R$ 10 mil.

Também foi solicitada a condenação do prefeito, conforme a Lei 8.429/92 (Lei de Improbidade Administrativa), cujas sanções previstas são perda da função pública; ressarcimento integral do dano, se houver; suspensão dos direitos políticos; pagamento de multa civil, e a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.

Redação: CCOM-MPMA

Otacílio Tavares Fernandes, é ex-vereador de Pedreiras-MA, ele trabalhava na função de supervisor administrativo do Hospital Geral de Peritoró, deve assumir Quarta-feira ou na Quinta-feira deste mês.

A nomeação do ex-vereador Otacílio Tavares Fernandes foi publicada no diário Oficial do Estado do Maranhão, na quinta-feira (20) de julho.

 

A nomeação do ex-vereador Otacílio Tavares Fernandes foi publicada no diário Oficial do Estado do Maranhão, na quinta-feira (20) de julho.

Agora veja abaixo a entrevista que o diretor administrativo   concedeu ao blog

MS- Diretor administrativo de um hospital do Estado que abrangem a região dos cocais e boa parte da região Mearim. Como você recebe essa nomeação do Estado?

Otacílio: Com muito prazer. Assumir esse cargo me traz mais responsabilidade diante do trabalho que desempenho aqui no HGP. Quero colocar-me à disposição de todos para colaborar e procurar melhorar mais ainda o atendimento aos usuários do SUS que procuram essa unidade em busca de atendimento de saúde.

MS-Você já conhece o hospital, tendo em vista que já trabalha na unidade de saúde. Porventura já teriam alguma ação imediata?

Otacílio: Já conheço o sistema e a equipe que trabalha no HGP. Vamos procurar fazer o máximo para que o atendimento do HGP seja melhor cada vez mais. Vamos buscar junto ao SES e ao governo do Estado uma estrutura que possa atender as necessidades do HGP, como Ambulâncias e carro de apoio para atender as demandas que o hospital necessita.

MS- Tem uma pergunta que muitos se questiona no dia a dia, apesar de ser cedo, mas lhe pergunto tem, a possibilidade de voltar a clínica  Obstétrica  para a unidade?

Otacílio: Na verdade, essa possibilidade ainda é cedo pra mim lhe dar uma resposta precisa. Mas não podemos dizer que é impossível.

 

Otacílio Fernandes – Diretor Administrativo do HRP/Arquivo pessoal

A nomeação do ex-vereador Otacílio Tavares Fernandes foi publicada no diário Oficial do Estado do Maranhão, na quinta-feira (20) de julho.

O Blog entrou em contato com o novo Diretor Administrador do Hospital Regional de Peritoró, que se prontificou em realizar um bom trabalho em benefício de todos, desde que esteja ao seu alcance. Durante a entrevista, Otacílio Fernandes disse como estava se sentido, por tão importante reconhecimento do Governo do Maranhão, através da Secretaria de Estado de Saúde.

Ouça a entrevista.

Tocador de áudio

 
00:00
Do Blog do Sandro Vagner

 

Conselho municipal de segurança pública de Peritoró-MA-COMSEPP, reuniu-se com o gerente do Banco do Brasil para dialogar sobre a reabertura da agência do município

O Prefeito Pe. Jozias, nomeio os membros do conselho municipal de segurança pública através de decreto, o referindo conselho é formado por: representante do poder público, representantes do poder Legislativo, representante da polícia militar,representante da policia civil, representante do poder judiciário, representante da guarda municipal, representante da associação comercial e empresarial de Peritoró e representante do conselho tutelar.

Conheça cada representante que forma o COMSEPP.

Oderon Alves Pereira, representante do poder público, que tem como suplente Jesusmar do Nascimento Soares, vereador Henrique Jansen Azevedo e vereador Adriano Macêdo sendo suplente, Edinaldo Rocha Salazar, representante da Polícia Militar, Onair Sávia R. e Silva, representante da polícia civil, Antonio Magno da Silva, representante do poder judiciário, José Francisco Bezerra Duarte, representante da guarda municipal, Severino Antonio Moura de Araújo, representante  da associação comercial e empresarial de Peritoró, Maria Fátima de Souza, representante do conselho tutelar.

DIVISÃO DO CONSELHO

I-Presidente : José Francisco da Silva

II-Vice Presidente: Francisco Franciel Santos da Costa

III-1° Secretário: Jhonadison Fernando Higino Delgado

IV-2° Secretário: Antonio Rodrigues Brito

V-Tesoureiro: Claudinor Gonçalves Filho

Às funções dos membros do conselho não serão remuneradas, o mandato será de dois anos de acordo com a lei municipal n° 201/2017 de 06 de Março de 2017.

O referindo conselho reuniu-se na manhã de  hoje( 24), com o Acir Pereira, gerente do Banco do Brasil de Peritoró, a reunião aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores. Nela foi discutido a maneira mais rápida de fazer o Banco reabrir, o gerente do banco pediu mais segurança para reabertura da agência.

Membros do Conselho

Salazar,  Comandante da policia militar local, disse; o comandante geral da PM não permitiu a guarnição ficar próximo ao Banco. Razão pela qual o prédio não foi entregue a mesma. Mas Francisco,representante do prefeito na reunião, anunciou a instalação  de uma torre de monitoramento em frente a agência, essa torre vai monitorar  os arredores do banco 24h por dia. O conselho irá resgatar  a viatura especial da Unidades Táticas das Cidades para Peritoró novamente, o prefeito e o conselho  irão reune-se com o governador para pedir mais efetivo para a cidade. A previsão é que até meados de Agosto tudo tenha voltado ao normal na agência.

 

1 3 4 5 6 7 22
https://api.clevernt.com/0afa428e-0adf-11ea-8f8b-2a8506f909e7/