Connect with us
Hora

Notícia Geral

Armazém Paraíba terá que indenizar mulher por negativação indevida de nome

Publicado

em

A loja Armazém Paraíba terá que indenizar uma mulher que teve o nome incluído, indevidamente, nos órgãos de proteção ao crédito. A decisão é da 1° Vara de Buriticupu e a ação foi movida por M. S. A., que teve o nome negativado junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e SERASA.
A mulher alega, em síntese, que teve seu nome negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito pela empresa requerida, mas afirma que a negativação é ilegal, eis que jamais efetuou qualquer compra na empresa requerida localizada na cidade de Bacabal. A sentença foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico nesta quarta-feira (26).
A autora relata que tomou conhecimento de que havia restrição ao crédito em seu nome junto a empresa requerida quando tentou efetuar uma compra financiada no comércio local. A parte requerida foi revel no processo. “Conforme se verifica às folhas, a parte requerida foi devidamente citada e intimada para a audiência então designada nos autos, não compareceu e nem juntou não contestou a presente demanda, nem juntou qualquer documento capaz de justificar a contratação impugnada nos autos, de forma a elidir sua responsabilidade (…) A falta de contestação faz presumir verdadeiros os fatos alegados pelo autor, desde que se trate de direito disponível”, diz a sentença.
O Judiciário entende que, no caso de revelia do réu, existe a presunção legal de veracidade dos fatos alegados, de maneira que o juiz não deve determinar de ofício a realização de prova, a menos que seja absolutamente necessário para que profira sentença. No mérito, o caso é de procedência, em parte dos pedidos autorais. “Com efeito, verifico que assiste razão, em parte, à parte requerente, tendo em vista que conforme se vê da documentação acostada com a inicial a parte autora que teve seu nome negativado indevidamente sem haver qualquer vínculo contratual com a empresa requerida. Ora, tratando-se as partes litigantes de fornecedora de serviços e consumidor, incidem as regras do Código de Defesa do Consumidor”, escreveu o juiz.
Para a Justiça, o simples fato de a loja requerida ter negativado o nome da parte autora de forma indevida, já é suficiente para atingir sua esfera íntima, causando-lhe danos em seu patrimônio imaterial, em sua personalidade. “A inclusão do nome de devedores em órgão de proteção ao crédito é um direito dos credores, mas não é absoluto, deve ser auferido com a cautela inerente ao caso, já que se for considerado indevido, materializado estará o dano moral”, versa a sentença judicial.
Segue o Judiciário: “Assim sendo, restou configurado que a parte autora sofreu danos morais, ante a negativação indevida. Estes restam cabalmente demonstrados nos autos. Entendidos como prática atentatória aos direitos da personalidade, os danos morais se traduzem num sentimento de pesar íntimo da pessoa ofendida, capaz de gerar-lhe alterações psíquicas ou prejuízos à parte social ou afetiva de seu patrimônio moral. Não há dúvida que houve violação ao patrimônio imaterial do Requerente, causando-lhe sofrimento, angústia e dor produzida pelo ato ilícito, o que lhe permite a reparação”.
“Julgo procedente, em parte, os pedidos do requerente, para declarar a inexistência da relação jurídica entre as partes e condenar a empresa requerida ao pagamento da quantia de R$ 1.200,00 (mil e duzentos reais) como forma de compensação pelos danos morais sofridos pela parte autora, tudo acrescido de juros moratórios a partir do evento danoso (…) Oficie-se ao SPC/SERASA para que providencie a retirada da restrição existente em relação ao nome da parte autora, no prazo de 05 (cinco) dias, instruindo com cópia da presente sentença”, concluiu a Justiça.

Fonte: Neto Ferreira

Continuar Lendo

Notícia Geral

No interior do Maranhão, jovem de 14 anos morre por Covid-19

Jovem de apenas 14 anos de idade, morre de Covid-19 em Lima Campos.

Publicado

em

Por

O caso ocorreu nesta sexta-feira (26), trata-se da jovem Edinielly Alves dos Santos, de apenas 14 anos de idade, faleceu por volta das 12hrs no HM de Lima Campos com sintomas da Covid-19.
Segundo amigos e familiares, ela começou a apresentar sintomas do vírus. “Os médicos fizeram de tudo, realizaram vários exames e ela já tinha sofrido 4 convulsões, e na 5º ela não resistiu”, contou uma pessoa ligada a família.
Edinielly estava morando na cidade de São Luis Gonzaga do Maranhão com a sua mãe. O pai dela reside no povoado Supapinho zona rural de Lima Campos.
Ainda segundo parentes, a jovem poderia ter tido uma bronquite mal curada, e com a Covid ela só se agravou.
Segundo a Secretária de saúde do município de Lima Campos, Lidiane Curvina, foi categórica em afirmar o seguinte sobre o caso dessa jovem:
“O exame de sangue deu negativo mas outros exames sugestivos”, disse a secretária de saúde.
O corpo da jovem foi enterrado na ala da Covid-19, no Cemitério Municipal Jardim das Acácias em Lima Campos.
Nossos sentimentos de pesar a toda família!
Informações Blog do Marcos Limma

Continuar Lendo

Notícia Geral

PERITORÓ CONTABILIZA DEZ MORTES POR COVID-19, DIZ SECRETARIA DE SAÚDE

Boletim epidemiológico, tem data do dia 25/02/2021

Publicado

em

Por

A secretaria municipal de saúde, divulgou um boletim epidemiológico , nele consta que dez pessoas morreram por Covid-19, porém, a referida secretaria , diz que os dados são correspondentes as informações encontradas no site da prefeitura até o dia 20-08-2020, e que foram atualizadas com informações do centro de atendimento Covid-19, aberto em 25-02-20201

Continuar Lendo

Notícia Geral

Polícia Civil prende suspeitos de vários crimes em Rosário-MA

A prisão dos dois suspeitos foi feita nesta quinta (25).

Publicado

em

Por

Uma ação da Polícia Civil, coordenada pela Delegacia Regional de Rosário, resultou na prisão de dois homens suspeitos de praticar os crimes de: tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio e corrupção de menores.
A prisão foi feita nesta quinta-feira (25). Durante levantamento Policial, foi identificada uma residência com intensa movimentação de tráfico de drogas. Os Policiais cercaram a casa e um dos suspeitos se entregou, o outro atirou contra os Policiais que tiveram que revidar.
O homem ficou ferido e precisou ser encaminhado para São Luís. No local, os Policiais apreenderam: uma pistola calibre 9mm com numeração suprimida, uma porção prensada de maconha de aproximadamente 200 gramas, 22 trouxa pequenas de maconha, 11 munições 9mm é a quantia de R$ 505,00.
Informações Blog do Luís Pablo

Continuar Lendo

Destaques da Semana