Browsing: Polícia

O assassino Davi Costa Martins, vulgo Olhão, (foto abaixo) foi condenado pela 2ª Vara Criminal da Justiça federal, sob o comando do juiz federal Magno Linhares, a 32 anos e seis meses de prisão. De acordo com a decisão, a condenação será em regime fechado.

O comparsa de Davi Costa Martins no mesmo crime, o bandido Wanderson de Morais Baldez também foi condenado a 31 anos e dez meses de prisão em regime fechado. A dupla encontra-se em Pedrinhas tem oito meses.

O condenado matou o delegado da Polícia Federal, David Aragão, em 5 de maio de 2018 quando a autoridade policial participava de uma festa familiar, no Araçagy, aniversário da filha menor.

Naquele dia, três bandidos invadiram a residência e o delegado foi proteger a casa e os familiares dos assaltantes quando acabou sendo atingido por facadas e tiros disparados por Olhão.

 

Do Luís Cardoso

Print Friendly, PDF & Email

Adolescente

A Polícia Civil de Peritoró-MA apreendeu, nesta manhã, o adolescente W. de S. N., de 17 anos, em cumprimento a mandado de internação provisória expedido no processo 10492017 da 2° Vara da Comarca de Coroatá-MA. O adolescente foi autor de uma tentativa de latrocínio, no dia 23.06.2017, em coautoria com o maior de idade FÁBIO RIBEIRO SANTANA JUNIOR, vulgo “FABINHO, o qual já foi preso pela Polícia Civil, no dia 08.09.2017, estando preso até a presente data. Inicialmente, não foi decidido pela apreensão do adolescente, mas os argumentos da Polícia Civil foram acatados após ficar demonstrado que o mesmo estava envolvido em outros assaltos e na exploração do tráfico de drogas na localidade conhecida por Bairro Novo, nesta cidade. O adolescente será encaminhado para o Centro da Juventude Canaã, em São Luís, onde responderá ao seu processo.

 

 

Informações de Fábio Cordeiro, delegado de Polícia Civil de Peritoró-MA

Print Friendly, PDF & Email
A Polícia Civil de Peritoró-MA cumpriu na tarde de quarta-feira, 24 de janeiro,  mandado de prisão expedido pela 2° Vara da Comarca de Coroatá-MA, nos autos do processo n° 555-63.2017.8.10.0035, em desfavor de JOSÉ SOUSA DOS SANTOS, vulgo “ZÉ DO GRODE”, pelo crime de latrocínio ocorrido no dia 26.05.2017 contra JOSÉ DA LUZ SOUSA, próximo à rodoviária de Peritoró-MA. Neste mesmo processo, o outro envolvido JOÃO WALLACE DA CONCEIÇÃO FERREIRA DOS SANTOS, vulgo “ALEX”, já se encontrava preso desde agosto do ano passado. O preso ficará agora à disposição da justiça no Presídio de Coroatá-MA.
 Dando continuidade às ações de investigação da Polícia Civil, a Delegacia de Polícia de Peritoró-MA deu cumprimento a mais um mandado de prisão, no final da tarde de hoje, expedido nos autos do processo n° 818-95.2017.8.10.0035 contra GILVAN MONTEIRO DOS SANTOS, vulgo “GIL” ou “GIL BLACK”, por roubo de motocicletas. “GIL” tem forte atuação no roubo a motocicletas em Alto Alegre-MA, onde passou mais de 6 meses preso, e na zona rural de Peritoró-MA. A prisão de “GIL” foi expedida após roubo cometido no dia 19.11.2016 em que ficou provado que agiu com outros dois comparsas. Um deles, MANOEL FERREIRA DE SOUSA, já havia sido preso pela Polícia Civil em flagrante pelo mesmo tipo de crime no dia 11.01.2018. As investigações prosseguem para prender o outro integrante da quadrilha.

Manoel

Com informações do Dr. Fábio Cordeiro, delegado de Polícia Civil de Peritoró.
Print Friendly, PDF & Email

Um homem identificado como Chico Doido, assassinou o próprio sobrinho. A vítima estava dormindo em uma rede no momento em que foi alvejada pelos os  tiros.

O caso aconteceu  no Povoado São João das Neves, na tarde deste domingo (12), zona rural do  Município. Circula  a informação de que o assassino entregou-se a Polícia Civil de Peritoró. Ainda  não se sabe a motivação do crime.

Print Friendly, PDF & Email

Imperatriz é um município brasileiro do Estado do Maranhão, sendo segunda cidade mais populosa, que fica a mais de 600 quilômetros de São Luís

Imperatriz

O blog recebeu na manhã deste domingo (29) uma denúncia de um leitor da cidade de Imperatriz. Ele informou a redação do blog que foi assaltado na porta da sua residência, o mesmo foi abordado por dois garotos, os assaltantes levaram o celular da vítima, eles  estavam com revolver de calibre 38, e andavam em uma moto Titan cor vermelha, o caso aconteceu na Rua Gonçalves Dias, na noite de Sábado (21).

Print Friendly, PDF & Email

Antonio Bezerra de Jesus, de 52 anos, disse ser natural de Codó e nunca ter dado qualquer trabalho à Polícia. Hoje, 9, pela manhã, disse ter ‘perdido a cabeça’ quando foi cobrar duas mulheres, à quem identificou somente pelos nomes de NAIA e LEURÍ. A mais velha, mãe da mais jovem, era seu alvo.

Ele disse à imprensa que a senhora vinha fazendo empréstimo usando o nome dele, 3 ao todo. Quando começaram a falar sobre este assunto na casa dele, na rua S. Silva, ele ficou agressivo e acabou matando a mulher mais velha com uma marrêta, depois, como a filha gritava demais, matou a jovem também e depois começou a cavar um buraco no quintal para se livrar dos corpos.

“Fez um empréstimo de 5 mil e pouco na minha conta, quase 6 mil, fez outro empréstimo de 2 e pouco, fez outro empréstimo de R$ 2.500,00 e é fazendo empréstimo aí chegou hoje cedo lá em casa…POR QUE O SENHOR NÃO DENUNCIOU ELA À POLÍCIA? rapaz, na hora eu não pensei nada, na hora eu peguei a marrêta e lasquei a marrêta na cabeça dela, matei ela. Aí a filha dela tava gritando demais eu lasquei a marreta na cabeça dela também…VOCÊ IA ENTERRAR NO QUINTAL? ia enterrar”. VEJA A ENTREVISTA

 

 

Fonte: Blog do Acélio

Print Friendly, PDF & Email

O fato não é novo, mas é interessante para que as pessoas saibam o que ocorreu na período da Operação Boi Barrica, da Polícia Federal, em que envolveu o empresário Fernando Sarney, filho do ex-presidente José Sarney, e o hoje deputado federal Aluísio Mendes (PODE-MA).

Aluísio Mendes ao lado de Fernando Sarney.

Aluísio Mendes ao lado de Fernando Sarney

 

Na época, Aluísio e Fernando foram apontados como figuras centrais do inquérito da PF. O Blog do Neto Ferreira teve acesso a toda essa documentação.

A Polícia Federal chegou a pedir prisão preventiva dos dois, conforme mostra trecho do inquérito abaixo. Fernando Sarney foi acusado de lavagem de dinheiro, corrupção e outros crimes. Já Aluísio Mendes foi acusado de vazar informações e prejudicar a operação para beneficiar a família Sarney.

Agente federal licenciado, Aluísio era nessa época um mero segurança particular do ex-presidente Sarney. Após o escândalo da operação, ele assumiu a Secretaria de Segurança Pública do governo Roseana Sarney, como uma especia de moeda de troca.

No inquérito, há várias gravações autorizadas pela Justiça, de conversas em que mostra claramente Aluísio Mendes alertando Fernando Sarney sobre a investigação sigilosa. O deputado chega a dizer que os federais estão seguindo o motorista do filho de Sarney.

Por conta disso, a PF pediu a prisão preventiva de Aluísio (por vazar informação) e Fernando, era apontado como o líder da organização criminosa (ORCRIM). Se fosse hoje com o forte movimento da Lava Jato, os dois já estariam na cadeia.

 

Fonte: Blog do Neto Ferreira

Print Friendly, PDF & Email

Na manhã de ontem (23), Pedro Gomes Mourão, foi encontrado morto nas margens do rio Peritoró, no bairro Felipinho, ele era morador da cidade.Seu corpo continha dezenas de perfurações, sua boca estava bastante machucada. O corpo foi encaminhado para o IML, a Polícia Civil já estar no caso, o laudo do IML deve chegar em alguns dias. Até o fechamento desta matéria ninguém foi preso.

Print Friendly, PDF & Email

Imagem ilustrativa

A Policia Civil com apoio tático da PM, conduziu no Sábado (19), para delegacia de Coroatá-MA, o um homem identificado como Ariston de Oliveira Santiago, o mesmo segunda investigações da polícia vinha mantendo dois idosos em Cárcere privado.

Quando chegaram no endereço, os agentes constataram que o local era uma espécie de uma clínica de reabilitação, em um prédio na Avenida Magalhães de Almeida, próximo ao Fit-Fit. O que chamou a atenção, é que o local não tinha alvará de funcionamento e era totalmente insalubre.

Além dos dois idosos haviam mais 8 pessoas “internadas” nessa clínica. Ainda segundo a polícia, as pessoas dormiam em redes. Todos foram conduzidos para à delegacia para prestar esclarecimentos ao delegado de plantão.

Já Ariston de Oliveira Santiago, responsável pelo local, foi preso em flagrante por cárcere privado. Na delegacia ele se apresentou como Pastor da Igreja Assembleia de Deus Madureira. Em depoimento à polícia civil, os dois idosos que estavam na clínica disseram que foram internados sem estarem de acordo. As investigações vão continuar para descobrir se mais pessoas estavam envolvidas com a clínica clandestina.

O espaço está aberto para ouvirmos a versão do acusado.

Informações: blog do Antonio Silva

Print Friendly, PDF & Email
1 2 3 5