Cigana suspeita de chefiar chacina em Coelho Neto é presa em Caxias, no MA

Comentários 0
Ela é esposa de Antônio Carlos Sobral da Rocha, o ‘Didoca’, suspeito de ordenar ação que matou quatro pessoas e deixou cinco feridas.

Francilucia Rocha dos Santos, de 31 anos, foi presa em Caxias, a 360 km de São Luís. — Foto: Divulgação/Polícia Civil
A Polícia Civil prendeu na cidade de Caxias, Francilucia Rocha dos Santos, de 31 anos. Ela é suspeita de chefiar uma ação que deixou quatro mortos e cinco feridos em Coelho Neto, no mês de junho. Dentre os feridos estava uma mulher, dois homens e uma criança de 10 anos baleada na cabeça.
Tiroteio ocorreu durante a manhã em Coelho Neto e cinco pessoas morreram. — Foto: Divulgação
Segundo o delegado Armando Pacheco, superintendente da Polícia Civil do Interior, o crime foi cometido por vingança. As investigações apontam que membros de uma família de ciganos rival – que foi vítima da chacina – teriam assassinado um membro da família de Antônio Carlos Sobral, marido de Francilucia, e que foi preso no dia 17 de junho por ser o mandante da chacina.
“Teria sido um suposto homicídio que a família rival, que foram as vítimas de Coelho Neto, teriam praticado contra a família dele. Por conta disso, ele vinha planejando há anos essa vingança, já tentou por duas vezes contra a vida desses familiares, até conseguir assassinar eles na cidade de Coelho Neto”, explicou.
Antônio Carlos Sobral da Rocha, o ‘Didoca’, foi preso enquanto tentava fugir do município para Imperatriz (MA). — Foto: Reprodução/TV Mirante
A prisão ocorreu de Francilucia ocorreu na tarde desta quinta-feira (22) em cumprimento a mandado de prisão temporária por 30 dias. Ela já responde processo por tráfico de drogas e é a mesma que aparece em um vídeo exibindo armas de uso restrito e proferindo ameaças a um cigano rival.
Segundo a polícia, Francilucia é quem aparece em um vídeo exibindo armas e ameaçando um cigano rival. 
G1 MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.