Connect with us
Hora

Educação

Fuvest 2017: a questão de Matemática que assustou os alunos

Publicado

em

Segundo professores do Anglo, as questões exatas foram as ‘vilãs’ da prova, mas nenhuma assustou tanto o problema que exigia três folhas para sua resolução

Vestibulandos passaram nesta terça-feira pelo último dia de provas para a segunda fase da Fuvest, vestibular que dá vaga para Universidade de São Paulo (USP). De acordo com Paulo Moraes, diretor de ensino do Anglo Vestibulares, as questões referentes a matérias de exatas, como matemática e física, foram as grandes “vilãs” da prova. Mas nenhuma questão parece ter assustado tanto os alunos quanto a de número 2 da prova de Matemática.

“É uma questão assustadora, principalmente pelo tamanho da resolução. Os alunos já não estão muito acostumados a resolver problemas de álgebra, e quando se deparam com questões como essa, costumam achar que suas respostas estão erradas”, disse o professor de matemática do Anglo, Thiago Dutra.

Segundo Dutra, a questão ainda apresentava uma dificuldade a mais para os candidatos pois exigia a leitura atenta de toda a questão. O motivo? A resposta viria muito mais fácil (e rápido) se o aluno começasse a resolução pelo item “c”. “Se ele começasse pelo final, veria que o item traz uma situação geral, enquanto os itens ‘a’ e ‘b’ são situações particulares, em que os resultados são obtidos rapidamente após a resolução do item ‘c’. A questão exige um nível de concentração maior do candidato pois a maneira de chegar à resposta não é óbvia. É uma questão para o estudante que já prestou Fuvest.”

O professor explica como realizar o “temido” cálculo. “O item ‘c’, que é o mais difícil, necessita que o aluno faça uma modelagem algébrica do problema. O aluno deve supor um ângulo de uma medida qualquer e criar uma função que relaciona o comprimento de uma linha com a medida do ângulo dado. A partir do resultado da situação geral, nos itens ‘a’ e ‘b’, a ideia é substituir o valor do ângulo já dado, na função estabelecida no item ‘c’, obtendo as coordenadas do ponto pedido”.

Confira as três (!) folhas de resolução dos professores do Anglo Vestibulares:

 

Provas

No primeiro dia de provas, os estudantes responderam questões sobre português, literatura e fizeram a redação. Na última segunda-feira os candidatos realizaram as provas de história, geografia, matemática, física, química, biologia e inglês. Nesta terça, os estudantes realizaram a prova de conhecimentos específicos, de acordo com a carreira escolhida no momento da inscrição. Para os candidatos de artes cênicas e curso superior do audiovisual, o vestibular continuará com as provas de habilidades específicas entre os dias 11 e 13 de janeiro.

Os 20.741 candidatos convocados para a etapa final do vestibular disputarão 8.734 vagas na USP e 120 na Santa Casa de São Paulo. A primeira chamada da Fuvest 2017 será divulgada em 2 de fevereiro.

Fonte: VEJA.com

Continuar Lendo

Educação

MEC cancela aulas presenciais em todo país desde a educação básica a superior até o fim de 2021 e recomenda que não haja reprovação

O Conselho Nacional de Educação, órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), aprovou, nesta terça-feira (06/10), a prorrogação do ensino remoto na educação básica e superior até o dia 31 de dezembro de 2021. Até agora, a medida valeria até dezembro, mas a pasta decidiu aumentar esse prazo por conta da extensão dos problemas causados pela pandemia de Covid-19.

Publicado

em

Por

MEC cancela aulas presenciais em todo país desde a educação básica a superior até o fim de 2021 e recomenda que não haja reprovação
O Conselho Nacional de Educação, órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), aprovou, nesta terça-feira (06/10), a prorrogação do ensino remoto na educação básica e superior até o dia 31 de dezembro de 2021. Até agora, a medida valeria até dezembro, mas a pasta decidiu aumentar esse prazo por conta da extensão dos problemas causados pela pandemia de Covid-19.
O documento do órgão ligado ao MEC também não recomenda a reprovação em 2020. Foi sugerido que se adotem “anos escolares contínuos”, juntando a série em que o estudante está neste ano com a próxima, em 2021.
“O reordenamento curricular do que restar do ano letivo de 2020 e o do ano letivo seguinte pode ser reprogramado, aumentando-se os dias letivos e a carga horária do ano letivo de 2021 para cumprir, de modo contínuo, os objetivos de aprendizagem e desenvolvimento previstos no ano letivo anterior” diz o documento.
Para as escolas de educação infantil (0 a 5 anos), o documento libera também de cumprir a carga horária letiva de 800 horas, como devem fazer este ano o ensino fundamental e médio. Mesmo assim, essas horas podem ser preenchidas com atividades on-line.
O texto fala ainda que todos os recursos de tecnologia podem ser empregados no ensino e cita inclusive as redes sociais, como WhatsApp, Facebook, Instagram, “para estimular e orientar os estudos, pesquisas e projetos”.
Alternativa
O governo de São Paulo anunciou a junção dos dois anos letivos em sua rede pública, como forma de não prejudicar os estudantes que não puderam acompanhar o ensino remoto. Escolas da rede pública paulista abriram matrículas para um novo 4º ano do Ensino Médio para os alunos que quiserem continuar estudando em 2021.
Continuar Lendo

Educação

Aulas da rede publica estadual serão retomadas na próxima segunda-feira

Na próxima segunda-feira (10), as escolas da rede pública estadual de ensino retomarão as atividades pedagógicas não presenciais.

Publicado

em

Por

Aulas da rede publica estadual serão retomadas na próxima segunda-feira
Na próxima segunda-feira (10), as escolas da rede pública estadual de ensino retomarão as atividades pedagógicas não presenciais com novidades para estudantes e professores. Além dos estudantes da 3ª série do Ensino Médio, professores do ‘terceirão’ da rede, no Maranhão, também receberão chips de internet para auxílio na realização de seus trabalhos. Já aos alunos de primeira e segunda séries do Ensino Médio será distribuído material impresso. 
O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, ressaltou essas e outras medidas que foram anunciadas pelo governador Flávio Dino nesta sexta-feira (7), dentre elas a disponibilização de chips de internet por parte da Seduc a professores dos terceiros anos da rede estadual do Maranhão.
Além dessas ações, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) publicou, recentemente, Portaria sobre as diretrizes para realização de atividades pedagógicas não presenciais em escolas da Rede. A Portaria nº 817, de 31 de julho de 2020, também trata da suspensão, por tempo indeterminado, das aulas presenciais nas escolas da Rede, incluindo unidades do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA).
Conforme o documento, o retorno às atividades pedagógicas em caráter não presencial, seguirá as seguintes etapas: retorno da equipe pedagógica e administrativa dos centros de ensino, que ocorreu a partir do último dia 3, e a retomada e/ou início das atividades não presenciais em todas as escolas de rede estadual de ensino do Maranhão, a partir do próximo dia 10 de agosto (segunda-feira).
Continuar Lendo

Educação

Estudantes podem se inscrever no Fies a partir de hoje

As inscrições no programa, que começariam na semana passada, foram adiadas depois que o MEC identificou inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior. 

Publicado

em

Por

Estudantes podem se inscrever no Fies a partir de hoje
De hoje até esta sexta-feira (31) estarão abertas, no site do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) as inscrições no processo seletivo para o segundo semestre de 2020. O resultado será divulgado no dia 4 de agosto. Segundo o Ministério da Educação (MEC), o período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados será de 4 a 6 de agosto.
As inscrições no programa, que começariam na semana passada, foram adiadas depois que o MEC identificou inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior. 
Lista de espera
Quem não for pré-selecionado na chamada única do Fies pode disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. Diferentemente dos processos seletivos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e do Programa Universidade Para Todos (Prouni), para participar da lista de espera do Fies não é necessário manifestar interesse, a inclusão é feita automaticamente. 
A convocação da lista de espera vai do dia 4 até as 23h59 de 31 de agosto.
Requisitos
Pode se inscrever na seleção do Fies o candidato que tenha participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir da edição de 2010, e tenha alcançado nota média nas provas igual ou superior a 450 pontos.
O interessado não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.
Programa
O Fies é um programa do MEC que concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, em instituições de educação superior particulares. O fundo é um modelo de financiamento estudantil moderno, divido em diferentes modalidades, podendo conceder juro zero a quem mais precisa. A escala varia conforme a renda familiar do candidato.
Continuar Lendo

Destaques da Semana