Na manhã do último sábado, 25 de janeiro, circulou nas redes sociais uma foto na qual aparece juntos o  prefeito Pe. Jozias, o  ex-secretário de saúde do Estado, Ricardo Murad, o pré-candidato a prefeito, Dr. Rafael Oliveira e o ex-vice-prefeito, Jorginho Murad. Veja a foto abaixo.

A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Jorge Murad, pessoas sorrindo, pessoas em pé e sapatos

Rafael Oliveira, Ricardo Murad, Pe. Jozias e Jorginho Murad, conhecendo  as instalações do posto cajueiro e empório do Vitão, novos empreendimentos do grupo Murad, no município de Coroatá-MA.

A foto é de 2020, mais já tem muita história. 

Em 2016, o então secretário de saúde Ricardo Murad, apoiava Dr. Júnior, Jorginho Murad sai candidato a prefeito sozinho, Pe. Jozias, buscando sua reeleição,  conta com o apoio do governador do Estado, Flávio Dino. O confronto Flávio Dino x Ricardo Murad, acontecia também na cidade Coroatá. O governador ganhou os dois confrontos, elegendo  Pe. Jozias em Peritoró e Luís da Amovelar Filho em Coroatá. 

Nas eleições deste ano, Flávio Dino apoia a oposição, que é representada por Dr. Júnior, vice-prefeito, Chico Miguel, vereador Jhonadson e Joana da Amovelar.

Ricardo Murad, vai apoiar Dr. Rafael Oliveira, sobrinho de Pe. Jozias e pre-candidato a prefeito, Jorginho Murad, também vai caminhar com Dr. Rafael.

Veja abaixo o que disse Dr. Rafael em sua rede social.

Ao lado do Prefeito Pe. Jozias, do ex deputado Ricardo Murad e seu sobrinho Jorginho Murad, estive em Coroatá conhecendo as instalações do posto cajueiro e empório do Vitão, novos empreendimentos do grupo Murad.
Na oportunidade, conversamos um pouco sobre as eleições municipais que se aproximam.
Para nossa felicidade caminharemos juntos nas eleições 2020. 

Domingo, 26 de janeiro, foi realizado o 3° encontro do projeto ”Discutir para Construir.

Na manhã de domingo, no Povoado Levada, zona rural de Peritoró-MA, ás 10h, na casa do Zé Pretinho, foi realizado uma grande reunião do grupo da oposição liderada por Dr. Júnior e pelo o presidente da Fetaema e vice-prefeito de Peritoró, Chico Miguel.

Dr. Júnior crítica Maria Luíza e o pré-candidato a prefeito, Dr. Rafael. 

Vocês sabem de quem o Rafael é filho? Da Maria Luíza. Vocês sabem quem é Maria Luíza, sabem onde ela mora? Maria Luíza mora em Coroatá, e ex-secretária de finança, porque o atual secretário de finança é o filho dela, pré-candidato Rafael. É um povo que não tem o mínimo de convívio com nós, disse Dr. Júnior. Veja o vídeo abaixo.

O vice-prefeito Chico Miguel também criticou Pe. Jozias. Veja o vídeo abaixo.

Durante a reunião, Dr. Júnior, frisou que a oposição está liderada pelo o governador Flávio Dino, pois os partidos: PL, PC do B, PP, PT, PMB, PATRIOTAS e PDT, são da base do governador, e em Peritoró, forma a oposição.

vereador Irmão Henrique, ex-vereadora e pré-candidata, Lurdes da Cerâmica, ex-vereador e pré-candidato, Irmão Bentinho, pré-candidata a vereadora, Camila do Chico Miguel, pré-candidato a vereador, Chicão da RA, Walter Guimarães, pré-candidato a vereador, Jeiel, pré-candidato a vereador, participaram da reunião.

 

As forças progressistas e de esquerda começam a se movimentar visando a união de forças para a batalha eleitoral de 2022. A novidade é o anúncio da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, de que a legenda poderá apoiar o governador do Maranhão, Flávio Dino, do PCdoB, como cabeça de chapa

Fernando Haddad, Flávio Dino e Gleisi Hoffmann

247 – Depois das movimentações do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), em favor da frente ampla incluindo setores do centro e até da direita, a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, disse que seu partido poderá apoiar o comunista como cabeça de chapa na eleição presidencial de 2022.

Às vésperas de completar 40 anos de existência, que serão comemorados em fevereiro com um ato político e um festival no Ro de Janeiro, o Partido dos Trabalhadores pode fazer uma importante flexão em sua tática política e eleitoral;.

A deputada Gleisi Hoffmann, presidente da sigla, disse que o PT trabalha com a reedição da candidatura presidencial do ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, mas vê o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), como uma alternativa.

Segundo ela, Dino pode ser chamado a compor como vice a chapa liderada pelo ex-prefeito de São Paulo, mas pode também conquistar o apoio petista como cabeça de chapa.

A informação é do Valor

Na tarde desta sexta-feira (24) em Pedreiras, moradores do Loteamento Chicote capturaram um meliante que tentou cometer um assalto no bairro.


Segundo informações, por volta das 14h30m, o indivíduo tentou tomar a moto de uma mulher usando uma arma branca. A vítima, ao perceber o assalto, tirou a chave da motocicleta impedindo o meliante de pilotar o veículo. A mulher começou a chamar por ajuda, e populares que estavam no local imediatamente contiveram e amarraram o elemento.

Posteriormente, uma guarnição do 19ºBPM chegou no local e levou o indivíduo para a 14ª Delegacia Regional de Pedreiras.

Do Blog do Carlinhos

Dr. Júnior, pré-candidato a prefeito de Peritoró-MA, participou de um café da manhã no último sábado, 25 de janeiro.

O café foi realizado na casa  de dona Lusa do Petica, que mora no bairro de Livramento. O café da manhã transformou-se em uma grande reunião, pois cerca de 200 pessoas compareceram .

Dr. Júnior, fez duras críticas ao prefeito de Peritoró, Pe. Jozias e ao vereador Constantino Santos Neves. ” A você perseguidor, tenha certeza, seus dias estão contados”. Veja o vídeo abaixo.

 

O evento faz parte do projeto Discutir para Construir.

O presidente da Fetaema e vice-prefeito de Peritoró, Chico Miguel, vereador Irmão Henrique, ex-vereadora e pré-candidata, Lurdes da Cerâmica, ex-vereador e pré-candidato, Irmão Bentinho, pré-candidata a vereadora, Camila do Chico Miguel, pré-candidato a vereador, Chicão da RA, ex-candidata a vice-prefeita, Cristiane do Agamenon, estiveram presentes.

PM flagra esposa e amante em casa e mata os dois em condomínio no bairro Vicente Fialho em São Luís.

Um policial militar, que ingressou na PM em 2017, matou a tiros a esposa e o amante dela, na manhã deste sábado (25), em São Luís – MA.

Segundo as primeiras informações, ele flagrou os dois em casa ao chegar do trabalho. O casal morava no condomínio Pacífico 1, no bairro Vicente Fialho, em São Luís.

Segundo informações, o PM passou a morar com a mulher depois de ela encerrou um relacionamento anterior. A mulher teria sido atingida por dois disparos. O amante foi alvejado com cinco tiros no rosto.

O amante e a mulher eram amigos de trabalho. O casal foi flagrado porque o PM chegou mais cedo do trabalho. Amigos relatam que durante o curso de formação o PM sempre apresentou um comportamento muito equilibrado e tranquilo.

O PM já se entregou e foi encaminhado à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP).

Vítima 

Fonte: Gilberto Lima.

Poção de Pedras-MA, faz 58 anos de emancipação política na próxima sexta-feira, 31 de janeiro.

Para comemorar a data,  a prefeitura através de sua  secretaria de cultura, contratou o show de Zé Cantor como atração principal.

A secretária de cultura e jornalista, Vicença Cristina, está se dedicando diuturnamente para que toda expectativa gerada em torno do evento possa ser correspondida.

Secretária de Cultura

Os poção-pedrense e visitantes ainda terão os shows de Adrian Silva e Rony Alberto. A festa será realizada na praça Nice Lobão a partir das 22h.

 

O vereador Agnaldo Rocha, de São Mateus-MA, faz mais uma denúncia contra a gestão municipal de sua cidade.

Por falta de manutenção da secretaria de infraestrutura do município, os próprios moradores estão realizando a operação tampa buraco, na rua da Mangueira,  no Povoado Timbaúba, zona rural de São Mateus-MA.

Agnaldo Rocha, faz um apelo ao secretário de infraestrutura, Zé Maria, e depois pede para resolver também o problema da iluminação pública da rua.

O ex-prefeito da cidade de Cantanhede (MA), Raimundo Nonato Borba Sales, foi condenado a ressarcir aos cofres públicos R$ 4.925.456,90 por prejuízos causados ao município. A decisão foi dada pelo juiz da comarca, Paulo do Nascimento Junior, no julgamento de Ação de Improbidade Administrativa ajuizada pelo Município de Cantanhede.
O ex-prefeito também foi condenado à suspensão dos direitos políticos (pelo prazo de 08 anos), à proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente (pelo prazo de 10 anos) e ao pagamento das custas processuais.
O ex-gestor foi denunciado pela prática de ato de improbidade administrativa, enquadrada no artigo 10 da LIA – Lei de Improbidade Administrativa (nº 8.429/92), segundo o qual “constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens…”.
O Município, autor da ação, sustentou não ter sido feita a prestação de contas anual do exercício financeiro de 2007, durante o período em que o demandado esteve à frente do executivo (janeiro a junho daquele ano). Relatou que o valor total dos recursos recebidos pelo Município de Cantanhede sem prestação de contas é de R$ 4.925.456,90, com prejuízo ao erário.
Informou, ainda, que os valores foram repassados diretamente pelo Governo Federal via recursos do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), FUS (Fundo Único de Saúde), ITR (Imposto Sobre a Propriedade Territorial Rural) e CIDE (Contribuições de Intervenção sobre o Domínio Econômico).
RELATÓRIO – De acordo com informação dos autos, Relatório de Inspeção (n.º 014/2007 – UTEFI) elaborado pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) demonstra que o réu deixou de prestar contas e causou prejuízo ao erário com o desvio de R$2.353.381,57-f. 74 e perda patrimonial de R$3.928.645,26-f. 75.
Em seu julgamento, o juiz considerou evidente a existência de dolo na conduta do ex-gestor. “Consoante Relatório de Inspeção 014/2007 – UTEFI, o réu apresentou contas com saldo de caixa fictício, promoveu saques nas contas da prefeitura mesmo afastado por ordem judicial, omitiu informações para prejudicar o trabalho do Egrégio Tribunal de Contas. O réu praticou ato de improbidade que causou lesão ao erário. Dolosamente, provocou perda patrimonial e desvio de recursos públicos”, enfatizou a decisão.
No entendimento do magistrado, a improbidade administrativa “é um dos maiores males envolvendo a máquina administrativa de nosso país e um dos aspectos negativos da má administração que mais justificam a implementação de um maior controle social”.
1 2 3 4 623
https://api.clevernt.com/0afa428e-0adf-11ea-8f8b-2a8506f909e7/