A informação foi confirmada pelo Secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, nesta quarta-feira (1º), durante entrevista concedida à Rádio Mirante FM. O dado já havia sido divulgado no boletim da SES, com a informação de que os seis primeiros pacientes haviam saído da quarentena recomendada pelos médicos.
Com otimismo, Carlos Lula concluiu que o Maranhão vencerá o Covid-19. “Nós temos os seis primeiros casos de pessoas que se curaram da doença no Maranhão, Isso mostra que vamos vencer essa doença”, disse aos ouvintes.
Até o momento o Maranhão tem apenas uma morte registrada para coronavírus e 62 casos de pacientes confirmados com o vírus.

Maramais

O secretário de Direitos Humanos do Maranhão, Francisco Gonçalves, confirmou, no início da tarde desta terça-feira (31), a morte da liderança indígena Zezico Rodrigues Guajajara, próximo à aldeia Zutiua, no município de Arame.

Foto: Reprodução.

Em nota, a Secretaria de Direitos Humanos afirma que já acionou a Secretaria de Segurança Pública (SSP) que acompanha o caso.
“A liderança indígena da terra indígena Araribóia e diretor do Centro de Educação Escolar Indígena Azuru, Zezico Rodrigues Guajajara, foi encontrado morto à tiros, na estrada da Matinha, próximo à aldeia Zutiua, no município de Arame. 
A Secretária de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) já acionou, através da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), a Força Tarefa de Proteção a Vida Indígena, a FT-Vida. 
O secretário Francisco Gonçalves, disse que o crime pode está ligado ao fato de que a liderança teria sido vítima de madeireiros, pois ele vinha sendo ameaçado e vinha evitando andar pela região.
A outra hipótese é de que a área vive em conflitos internos e isso, na opinião de Francisco Gonçalves pode provocar novas mortes.
O secretário Jefferson Portela disse em entrevista à Rádio Mirante AM que equipes da SSP já estão no local para os levantamentos do crime de execução da liderança indígena.
Foto: Divulgação/CIMI

Informação foi divulgada pelo Governador Flávio Dino em coletiva na segunda-feira (30). Estado tem 22 casos e uma morte confirmada pela doença.

O Maranhão pode ter cerca de 200 pessoas infectadas com Covid-19, o novo coronavírus, mas sem sintomas aparentes, segundo informação divulgada pelo governador Flávio Dino na manhã desta segunda-feira (30), em São Luís. O último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES) aponta que são 22 casos e uma morte registrada por causa da doença no Estado.

?Entre os casos confirmados, três pacientes estão sendo tratados em hospital da capital e os demais estão em tratamento domiciliar, sendo monitorados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). O governador também fez críticas à hipótese de isolamento vertical na sociedade e sobre as medidas de segurança tomadas no estado, como a suspensão de aulas e isolamento social.

“Estamos mantendo, na data de hoje, todas as medidas preventivas já decretadas, sobretudo aquelas referentes ao comércio, referentes às escolas”. O governo estadual já tinha determinado a suspensão de aglomerações e das aulas, o isolamento domiciliar compulsório de todas as pessoas com sintomas de gripe, por 14 dias, e o decreto de calamidade pública. O comércio também fechou as portas, mas estão mantidos serviços essenciais, como os de alimentos (supermercados), farmácias e postos de combustíveis”, disse o governador.

Na tarde desta segunda, Governo e Prefeitura farão uma nova coletiva de imprensa para esclarecer sobre atendimentos em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da capital e Hospital Universitário durante as próximas semanas de pandemia.

G1 Maranhão

Secretaria de Estado de Saúde (SES) do Maranhão, por meio de um boletim, divulgou que dentre os 22 casos confirmados do novo coronavírus, está uma criança do sexo feminino de apenas 1 ano.

Além da criança, foram registrados também: um homem, de 61 anos; mulher, de 58 anos; mulher, de 36 anos; mulher de 49 anos; mulher, de 55 anos. Atualmente, há 434 casos suspeitos, 22 casos confirmados e um óbito.

21 casos foram registrados na capital maranhense e 1 caso no município de Imperatriz.

Informação do Jornal Pequeno

O deputado federal Aluísio Mendes (Podemos) confirmou, nesta segunda-feira (30), através de sua assessoria, que seu exame testou positivo para o coronavírus.

A Nota da assessoria do parlamentar confirma ainda que o deputado maranhense está em observação médica e seu estado de saúde é “fora de risco”. Aluisio Mendes está aguardando a contraprova.

Vale lembrar que Aluisio Mendes já havia feito anteriormente um outro exame, que deu negativo. O parlamentar fez o primeiro exame por ter tido contato com o também deputado federal Eduardo Bolsonaro, que integrou a comitiva brasileira que foi aos Estados Unidos.

 

Do Blog do Jorge Aragão

Balanço feito pelo Ministério da Saúde foi divulgado no final da tarde no domingo (29)

Coronavírus no Brasil

O Brasil registrou 136 mortes por causa do coronavírus, informou o Ministério da Saúde no domingo, um aumento de 22 novos óbitos em relação à véspera, e o país já registrou 4.256 casos confirmados do Covid-19, doença causada pelo vírus.

De acordo com os números da pasta, nas últimas 24 horas o Brasil registrou 352 novos casos confirmados, número inferior aos 487 novos diagnósticos registrados entre a sexta-feira e o sábado.

São Paulo é de longe o Estado com mais casos da doença, 1.451, sendo o epicentro da pandemia de coronavírus no Brasil, também com 98 mortes provocadas pelo Covid-19.

O Ministério da Saúde disse ainda que o índice de letalidade do novo coronavírus no Brasil é de 3,2%.

Fonte: Exame.com

A medida contraria Decreto Estadual e recomendação do Procurador Geral da Justiça e pode contribuir com a proliferação do vírus no município.

Contrariando o decreto assinado pelo governador Flávio Dino (PCdoB), que suspendeu por 15 dias todas as atividades não essenciais em todo o Estado e a recomendação do Procurador Geral da Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, parece não estar muito preocupado com a saúde da população local.

Hilton editou na última sexta-feira (27), o Decreto Municipal nº 13/2020 que autoriza a abertura do comércio local. Na medida, o prefeito determina a abertura imediata de igrejas, bares, lotéricas, empresas de segurança privada, de internet, mercearias, loja de material de construção, loja de roupas e eletrodomésticos, madeireiras, lava-jatos, restaurantes e lanchonetes entre outros.

No decreto, o prefeito diz que punirá qualquer cidadão que disseminar fakenews sobre coronavírus, mas esquece que está tomando medidas para contribuir com a proliferação do vírus no município.

Santa Rita é considerada uma cidade de ato risco, por ser cortada pela BR-135, rodovia que recebe caminhoneiros de todos os Estados Brasileiros, principalmente do de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia, onde estão os principais casos do coronavírus.

Confira o decreto municipal aqui

1 2 3 4 5 651
https://api.clevernt.com/0afa428e-0adf-11ea-8f8b-2a8506f909e7/