Relatório Focus manteve a previsão de queda de 3,49% da economia em 2016 e de alta de 0,5% em 2017; boletim é divulgado semanalmente com estimativas do mercado.

Economistas do mercado financeiro ouvidos pelo Banco Central reduziram a estimativa para a inflação de 2016 e de 2017, de acordo com informações do Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (9).

Segundo o relatório, realizado semanalmente, o mercado prevê uma inflação de 6,35% para 2016 e de 4,81% para 2017. No boletim divulgado na semana passada, a inflação prevista para 2016 era de 6,38% e para 2017 de 4,87%. A previsão mantém o índice de inflação para este ano próximo ao centro oficial da meta, que é de 4,5%.

A meta do Banco Central para a inflação deste ano é de 4,5%, mas há um intervalo de tolerância de dois pontos percentuais para cima e para baixo. Assim, a inflação pode oscilar de 2,5% a 6,5% sem que a meta seja descumprida. No ano passado, a inflação ultrapassou esse intervalo e fechou o ano em 10,67% – a maior desde 2002.

Para o Produto Interno Bruto (PIB) os analistas mantiveram suas previsões de queda 3,49% na atividade econômica em 2016 e de crescimento de 0,5% para 2017.

Taxa de juros

 

Apesar de prever uma inflação em 2017 menor do que a estimada na semana anterior, os economistas ouvidos Banco Central mantiveram inalterada a previsão para a taxa básica de juros, a Selic, em 10,25% no fechamento de 2017. Reforçando a expectativa de que o BC continuará o processo de corte de juros no ano que vem. Atualmente a Selic está em 13,75%.

A taxa básica de juros é o principal instrumento do Banco Central para conter pressões inflacionárias. Taxas mais altas tendem a reduzir o consumo e o crédito, o que pode contribuir para o controle dos preços.

O Comitê de Política Monetária (Copom), responsável por determinar a Selic, se reúne esta semana. A nova taxa será divulgada na quarta-feira (11).

Câmbio, balança e investimentos

No relatório Focus divulgado nesta segunda-feira, a projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fechamento de 2017 caiu mais uma vez de R$ 3,48 para R$ 3,45.

A projeção para o superávit (exportações maiores que importações) da balança comercial em 2017 caiu de US$ 46,98 bilhões para US$ 46 bilhões.

Para 2016, a projeção de entrada de investimento estrangeiro direto no Brasil subiu de US$ 69 bilhões para US$ 69,5 bilhões e, para este ano, ficou inalterada em US$ 70 bilhões, pela oitava semana consecutiva.

Fonte: G1

Os salários chegam R$ 4.586,83 na Prefeitura de Tarumirim (MG). Somente na Fundac, na Paraíba, são 400 vaga

Pelo menos 8 órgãos abrem inscrições de concursos públicos, na segunda-feira (9), para 767 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior.

Os salários chegam R$ 4.586,83 na Prefeitura de Tarumirim (MG). Somente na Fundac, na Paraíba, são 400 vagas.

Nos concursos para formação de cadastro de reserva, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Veja os concursos abaixo:

Fundação Estadual da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac)

A Fundação Estadual da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac), na Paraíba, vai reabrir as inscrições do processo seletivo para 400 vagas de agente socioeducativos, sendo 300 imediatas e 100 para cadastro de reserva. Os salários vão de R$ 1.482,95 a R$ 1.887,95. Os candidatos devem ter nível médio. As inscrições devem ser feitas de 9 a 13 de janeiro na Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (ESPEP), localizada na Rua Neusa de Sousa Sales, s/nº, das 9h às 12h30 e das 13h30 às 17h. A seleção será feita por meio de análise de títulos (veja o edital no site do governo da Paraíba).

Prefeitura de Brusque (SC)

A Prefeitura de Brusque (SC) divulgou três editais de processos seletivos para um total de 55 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações variam de R$ 1.186,44 a R$ 3.185,21. As inscrições podem ser feitas pelo site www.educacao.brusque.sc.gov.br no período de 9 a 13 de janeiro. A seleção será feita por meio de análise de tempo de serviço ou de títulos. Os processos seletivos terão validade de 1 ano (veja os editais no site da prefeitura).

Prefeitura de Itanhaém (SP)

A Prefeitura de Itanhaém (SP) divulgou sete editais de processos seletivos para 121 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 1.062 a R$ 3.518. Os candidatos podem se inscrever entre os dias 9 e 13 de janeiro no Centro Municipal Tecnológico de Educação, Cultura e Esportes (CMTECE), localizado na Avenida Condessa de Vimieiros, 1.131, das 9h às 11h e das 14h às 16h. A prova está prevista para o dia 22 de janeiro (veja os editais no site da prefeitura).

Prefeitura de Pedro Leopoldo (RS)

A Prefeitura de Pedro Leopoldo (RS) vai abrir processo seletivo para 58 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. As remunerações variam de R$ 937 a R$ 2.205,85. As inscrições podem ser feitas de 9 a 13 de janeiro na Secretaria de Educação, localizada na Rua Anélio Caldas, 33, das 8h às 16h. A seleção será feita por meio de análise de títulos (veja o edital no site da prefeitura).

Prefeitura de Tarumirim (MG)

A Prefeitura de Tarumirim (MG) divulgou edital de concurso público para 118 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 880 a R$ 4.586,83. As inscrições estarão abertas de 9 de janeiro a 9 de fevereiro pelo site www.exameconsultores.com.br. A prova objetiva será aplicada em 12 de março. O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período (veja o edital no site da organizadora).

Prefeitura de Terra Boa (PR)

A Prefeitura de Terra Boa (PR) vai abrir concurso público para 4 vagas em cargos de níveis médio e superior. Os salários vão de R$ 1.149,52 a R$ 1.198,18. As inscrições podem ser feitas pelo site www.concursdosfau.com.br de 9 de janeiro a 6 de fevereiro. A seleção será feita por meio de provas objetiva e de títulos para todos os cargos. O concurso terá validade de 2 anos (veja o edital no site da prefeitura).

Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

A Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) fará concurso público para 5 vagas em cargos de níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 1.834,69 a R$ 3.868,21. Os candidatos podem se inscrever pelo site www.ufsm.br no período de 9 de janeiro a 7 de fevereiro. As provas estão previstas para o dia 7 de maio. O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado por igual período (veja o edital no site da UFSM).

Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em Minas Gerais, vai abrir concurso público para 6 vagas em cargos de níveis fundamental e superior. Os salários vão de R$ 1.834,69 a R$ 3.868,21. As inscrições estarão abertas de 9 a 23 de janeiro pelo site www.ingresso.ufu.br. O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado pelo mesmo período (veja o edital no site da UFU).

 

O empresário Ronaldo César Coelho, que trabalhou como operador da campanha do tucano José Serra à presidência em 2010, admitiu que recebeu repasse de dinheiro do PSDB na Suíça. A denúncia foi publicada neste sábado (7) pelo jornal Folha de São Paulo. A TV Globo confirmou as informações.

A reportagem da “Folha de S.Paulo” afirma que o ex-deputado federal Ronaldo Cezar Coelho admite que recebeu recursos da Odebrecht no exterior. O dinheiro seria um ressarcimento a Coelho por ele ter adiantado o pagamento de despesas da campanha de 2010 do então candidato a presidente José Serra, também do PSDB. Naquele ano, Serra foi derrotado por Dilma Rousseff, do PT.

Em dezembro, o Jornal Nacional mostrou que no acordo de delação premiada, o ex-diretor da Odebrecht Carlos Armando Paschoal conhecido como Cap, disse ter pago ilegalmente R$ 23 milhões para a mesma campanha de Serra.

A reportagem da “Folha de S.Paulo” afirma que Ronaldo Cézar Coelho foi responsável pelo acerto de uma parte desse valor fora do país, de acordo com a construtora. Ainda segundo o jornal, a Odebrecht diz que o dinheiro foi repassado em uma conta na Suíça.

A reportagem afirma que a explicação de Coelho para os repasses da Odebrecht está alinhada a depoimentos de executivos da empreiteira de que as transferências não envolveram o pagamento de propina.

O advogado Antônio Claudio Mariz de Oliveira confirmou à reportagem do Jornal Nacional que o cliente dele, Ronaldo Cezar Coelho, recebeu dinheiro do PSDB numa conta na Suíça. O advogado explicou que os valores se referem a um ressarcimento pelo empréstimo do avião que Ronaldo cedeu a José Serra, durante a campanha presidencial.

“[Ele] Foi ressarcido pelo partido, combinou esse ressarcimento com o ex-presidente do partido Sergio Guerra. O partido pediu que ele indicasse uma conta bancária lá fora, ele indicou e o partido ressarciu as despesas que ele havia tido”, alegou.

José Serra, atualmente ministro das Relações Exteriores, informou, por nota, que não costuma comentar investigações em andamento e processos judiciais. E reiterou que todas as campanhas eleitorais dele foram feitas de acordo com a lei, com as finanças e sob a responsabilidade do partido.
Em nota, o PSDB disse que considera que Serra já se manifestou de maneira adequada sobre a questão. A Odebrecht disse que não se manifesta sobre o tema, mas reiterou o compromisso de colaborar com a Justiça.

O advogado informou que Ronaldo Cezar Coelho pagou multa e impostos para regularizar o dinheiro que tinha na Suíça, por meio do programa de repatriação aprovado pelo Congresso no ano passado.

Antônio Claudio Mariz de Oliveira disse, no entanto, que não sabe o valor total dos recursos que foram regularizados. Questionado pela reportagem da TV Globo se tal repasse pode trazer problemas contra seu cliente, Oliveira avalia que não:

“Não, não vejo consequência jurídica de caráter penal ou tributário, caráter civil, porque ele aproveitou-se da lei e regularizou o que lá estava”, afirmou.

Entretanto, ele não soube responder se a denúncia poderá atingir o PSDB. “Não sei. Aí é questão do partido com doador. Todos partidos deverão respondera essas questões todas. Não é só PSDB. Essa é uma praxe no país.” 

Fonte: G1

Cinco presos foram mortos durante uma rebelião dentro na Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro de Manaus,  segundo o secretário de Administração Penitenciária do estado, Pedro Florêncio.

A rebelião foi iniciada  por volta das 1h30 da madrugada deste domingo (8).

Policiais da Companhia de Operações Especiais (COE), Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), Batalhão de Choque e Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera) foram acionados e conseguiram controlar o motim no início da manhã.

Três presos foram decapitados. Colchões foram queimados

O Instituto Médico Legal (IML) fez a remoção dos corpos ainda durante a madrugada.

De acordo com informação ainda não confirmada, os detentos reivindicam melhores condições dentro do presídio, que foi reativado há uma semana para abrigar integrantes da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), após o massacre que deixou 56 mortos no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) e quatro da Unidade Prisional do Puraquequara.

ATENÇÃO! IMAGENS FORTES!

Fonte: Portal do Zacarias

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2016, foram registradas 1.982 mortes em decorrência da influenza A (H1N1); no total, foram notificadas 2.220 mortes pelos diversos tipos de influenza; segundo o levantamento, 69% das mortes são de pessoas com fatores de risco, sendo que 42% são maiores de 60 anos de idade; outros 29% das vítimas tinham doença cardiovascular crônica

Aline Leal – repórter da Agência Brasil

Dados do Ministério da Saúde mostram que, em 2016, foram registradas 1.982 mortes em decorrência da influenza A (H1N1). No total, foram notificadas 2.220 mortes pelos diversos tipos de influenza. Segundo o levantamento, 69% das mortes são de pessoas com fatores de risco, sendo que 42% são maiores de 60 anos de idade. Outros 29% das vítimas tinham doença cardiovascular crônica.

No período, foram registrados 54.224 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), quadro mais complicado da gripe, causado por diversos tipos de vírus, entre eles, o influenza. Em 2016, 7.171 pessoas morreram com esta síndrome.

Em 2016 a incidência do vírus começou mais cedo, com pico em abril. Normalmente o período de maior transmissão é junho, quando começa o inverno. Nos três primeiros meses do ano passado, o número de casos ultrapassou o total de 2015.

Fonte: Brasil 247

A polícia identificou o condutor como um palestino do leste de Jerusalém e informou que ele foi morto a tiros

JERUSALÉM (Reuters) – Um caminhão avançou neste domingo sobre pedestres em uma movimentada avenida em Jerusalém, matando quatro pessoas e ferindo outras 15, de acordo com autoridades policiais e de resgate.

A polícia identificou o condutor como um palestino do leste de Jerusalém e informou que ele foi morto a tiros. O ataque tinha como alvo soldados israelenses que desembarcavam de um ônibus na área de Armon Hanatziv.

“É um ataque terrorista, um ataque de colisão“, disse uma porta-voz da polícia à Radio Israel. A polícia afirmou que os mortos, três mulheres e um homem, tinham todos cerca de 20 anos, mas não forneceu detalhes adicionais sobre as vítimas. Em Israel, as mortes de soldados são divulgadas somente depois que as famílias são notificadas.

Um motorista de ônibus que testemunhou o incidente afirmou na rádio que o caminhão se chocou contra um grupo de soldados, e que eles atiraram contra o motorista, que deu ré e passou por cima deles mais uma vez.

“Eles atiraram nele, até neutralizá-lo”, disse o motorista de ônibus, que se identificou apenas como Moshe. Emissoras israelenses informaram que o motorista foi morto, e imagens mostravam buracos de bala no para-brisa do caminhão.

Conforme canais de TV locais, ao menos quatro pessoas foram mortas e cerca de 15 feridos estavam espalhados pelas ruas de Armon Hanatziv, com vista para a Cidade Velha de Jerusalém.

Fonte: Exame.com

Por ora, serão atendidas solicitações do AM, RO e MT, mas ministro da Justiça diz que mais cooperações com outros estados podem ser anunciadas hoje

Brasília – O Ministério da Justiça informou neste domingo, 8, que autorizará o envio de ajuda federal para Estados que vivenciam crises no setor penitenciário. Por ora, está definido que serão atendidas solicitações feitas por Amazonas, Rondônia e Mato Grosso. O ministro Alexandre de Moraes está em negociação com autoridades de outros governos estaduais e deve, até o fim do dia, anunciar mais cooperações.

As providências estão sendo tomadas após massacres no Amazonas e em Roraima deixarem um saldo de 99 mortos nos primeiros dias do ano. Outros Estados estão em alerta, ante o risco de confrontos entre facções criminosas que dominam os presídios.

O Ministério da Justiça explicou que o auxílio será providenciado conforme a necessidade manifestada por cada Estado. Segundo a pasta, não têm sido feitos pedidos de envio de tropas da Força Nacional de Segurança.

Para o Amazonas, que já registra 64 presos mortos este ano, após confrontos entre facções criminosas, será enviado pessoal do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A ideia é que a equipe integre uma força integrada de atuação, que auxiliará na gestão do sistema prisional.

O ministério informou que estão previstos também investimentos para modernizar e dotar as penitenciárias de Rondônia e Mato Grosso de equipamentos de monitoramento e segurança, conforme acordado com os Estados. A pasta informou que detalhes da ajuda só serão divulgados, possivelmente, ao fim do dia, após as tratativas do ministro com as autoridades locais. No caso de Roraima, que registra 33 mortos em prisões este ano, o ministério alegou que ainda aguarda o detalhamento das demandas pela Secretaria de Estado de Segurança.

Fonte: Exame.com

COMUNICADO

A direção do CE. Eng. Roberto Cunha, informa qua os boletins já estão prontos. Os discentes já podem acessar o SIAEP e fazer a  impressão dos seus documentos no sistema.

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) informa aos gestores que será creditado na próxima terça-feira, 10 de janeiro, nas contas das prefeituras brasileiras, o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) referente ao 1.º decêndio do mês de janeiro de 2017. O montante previsto será de R$ 2.369.090.905,86, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A CNM esclarece que em valores brutos, isto é, incluindo a retenção do Fundeb, o montante é de R$ 2.961.363.632,33. De acordo com a série histórica do FPM, esse 1.º decêndio de janeiro de 2017 quando comparado com o valor do primeiro decêndio de janeiro de 2016, houve crescimento de 14,34% em termos nominais, ou seja, comparando os valores sem considerar os efeitos da inflação. Quando se considera o valor real dos repasses, levando em conta as consequências da inflação, o decêndio apresenta crescimento de 9,27%.

Diante disso, a CNM alerta os gestores municipais para que estejam atentos aos seus planejamentos financeiros. A entidade reforça que neste momento de crise é extremamente importante que o gestor tenha pleno controle das finanças da prefeitura, uma vez que o País se encontra em desaceleração econômica.

A Confederação lembra ainda que a principal fonte de renda dos Municípios, o FPM, oscila ao longo do ano por conta de mudanças na economia, como a queda na venda de automóveis, redução na arrecadação do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), bem como aumento da taxa de desemprego que resulta na queda da arrecadação do Imposto de Renda (IR).

Essa situação impacta direta e negativamente na decisão de consumo dos agentes. Também reduz a arrecadação tributária e, consequentemente, as transferências constitucionais como o FPM.

Veja aqui a Nota completa com valores.

FONTE: CNM