PM que matou mulher e suposto amante será autuado por feminicídio

Comentários 1
O policial militar Carlos Eduardo Nunes Pereira, acusado de matar a esposa e um suposto amante dela no último sábado (25) em um condomínio do bairro Vicente Fialho em São Luis, será autuado por feminicídio (crime contra a mulher).

Foto: Reprodução.

De acordo com as informações, o policial teria chegado em casa mais cedo neste dia, momento em que flagrou a companheira Bruna Lícia na companhia de um outro homem identificado como José Willian.
Willian foi morto a tiros pelo policial.
Enciumado, o militar teria disparado sete vezes contra os Bruna Lícia e José Willian que morreram ainda no local. Em depoimento, o policial disse que flagrou os dois na cama fazendo sexo e que houve uma luta corporal antes dos disparos.
Willian Santos, suposto amante e vítima do crime trabalhava junto com Bruna Lícia em empresa de eventos, era evangélico, cursava ciências contábeis e estava noivo.
Bruna Lícia foi sepultada na tarde deste domingo (26) no cemitério Jardim da Paz em São José de Ribamar.
Bruna foi sepultada na tarde deste domingo.        

Uma resposta para “PM que matou mulher e suposto amante será autuado por feminicídio”

  1. Tanta mulher solteira por aí e o camarada vai pegar uma casada e acima de tudo, mulher de policial. Triste isso.

https://api.clevernt.com/0afa428e-0adf-11ea-8f8b-2a8506f909e7/