Por não aceitar a separação com a mulher, pai tira a vida do filho de dois anos e recorre ao suicídio

Comentários 0

Que mundo é esse de horrores que estamos vivendo, meu Deus? Um pai que não andava satisfeito com o pedido de separação pela mulher escreveu uma carta pedindo que a mãe do menor se arrependesse um dia pelo o que seria em seguida feito por ele. O homem matou o próprio filho, o pequeno João de 2 anos, e em seguida recorreu ao suicídio.

Evandro Santos de Araújo, 34 anos, não vinha mais se entendendo bem com a esposa, que lhe pedia a separação. Como se algo maior e bem pior que ele o fez escrever uma carta para a mulher dizendo que  “você não se arrependeu, mas vai sentir arrependimento agora como eu senti… Aprenda a ter respeito… Decisão e consequência”.

Logo após escrever a carta, o homem foi para a varanda da casa com a criança nos braços e a enforcou. Em seguida, amarrou outra corda e se suicidou. O ocorrido chocou a população de Patos de Minas, em Minas Gerais, na tarde de terça-feira, dia 20.

Até quando iremos assistir cenas horríveis e inaceitáveis? Pra qual lugar estamos caminhando? São duas indagações que se fazem no momento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.