Connect with us
Hora

Notícia Geral

Renan deixa liderança do PMDB no Senado com críticas a Temer

Publicado

em

Ele afirmou em seu discurso não ter vocação para ser ‘marionete’

O senador Renan Calheiros (AL) anunciou na  quarta-feira (28) em plenário que decidiu deixar a liderança do PMDB no Senado.

Ex-presidente do Congresso Nacional, Renan passou a ocupar a função no início deste ano e, desde então, tem adotado postura contrária ao governo do presidente Michel Temer, criticando, principalmente, as reformas da Previdência Social e trabalhista.

“Deixo a liderança do PMDB. Devolvo, agradecido aos meus pares, o honroso cargo, que procurei exercer com a dignidade merecida, sempre orientado pelos objetivos mais permanentes no país.”

Na sequência do discurso, Renan fez duras críticas ao governo e afirmou que não serve para ser “marionete”.

Ao plenário, o senador acrescentou ao dizer que, se permanecesse na função, isso significaria que ele havia decidido ceder às exigências de um governo que trata o PMDB como um “departamento” do Poder Executivo.

“Ingressamos num ambiente de intrigas, provocações, ameaças e retaliações, impostas por um governo, suprimindo o debate de ideias e perseguindo parlamentares.”

‘Vocação para marionete’

Ao dizer que não tem “a menor vocação para marionete”. Renan Calheiros afirmou que o governo do presidente Michel Temer não tem credibilidade para conduzir as reformas propostas ao Congresso Nacional.

Para o senador, as reformas sacrificam os mais pobres e discriminam regiões e, por isso, ele decide “ficar com a sociedade”.

“Precisamos, claro, de um plano econômico de emergência. Ontem [terça, 27], o ministro do Planejamento [Dyogo de Oliveira] chamou a atenção para a crise fiscal que o país atravessa. Eu defendo reformas, mas não as reformas destinadas a abolir direitos trabalhistas conquistados a duras penas”, declarou.

Postura ‘covarde’

No discurso, de pouco mais de 15 minutos, Renan Calheiros disse, ainda, que não “detesta” Michel Temer, mas não “tolera” a postura “covarde” do presidente de “desmonte” das leis trabalhistas.

Ao avaliar que a situação política do país é “gravíssima”, o senador acrescentou, na sequência, que a crise tem se aprofundado todos os dias e, por isso, cabe ao Congresso Nacional defender os interesses do país, sem que os parlamentares se apeguem a cargos no governo.

“Não detesto Michel Temer. Não é verdade o que dizem. Longe disso. Não tolero é a sua postura covarde diante do desmonte da Consolidação do Trabalho. A situação econômica e política do país é gravíssima. Todos os dias vemos o aprofundamento do caos e começamos a trilhar um preocupante caminho que, ao longo da história do Brasil, nunca acabou bem”

Influência de Cunha

No pronunciamento desta quarta, Renan voltou a dizer, como tem feito desde o início do ano, que o governo de Michel Temer é influenciado pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso em Curitiba.

“Como mudar o pensamento de um governo comandado por Eduardo Cunha?”

Renan, então, se referiu às delações de executivos da JBS segundo as quais Temer deu aval para pagamentos de propina a Cunha para evitar que o ex-deputado feche acordo de delação – o presidente nega.

Na sequência, o senador disse que o líder do governo na Casa, Romero Jucá (PMDB-RR), aliado de Temer, cometeu “ledo engano” ao dizer em Cunha estava “politicamente morto”. Os “últimos acontecimentos”, acrescentou Renan, mostram que o deputado, mesmo preso, nomeou ministros e deu ordens ao governo.

Fonte: G1
Continuar Lendo

Notícia Geral

No interior do Maranhão, jovem de 14 anos morre por Covid-19

Jovem de apenas 14 anos de idade, morre de Covid-19 em Lima Campos.

Publicado

em

Por

O caso ocorreu nesta sexta-feira (26), trata-se da jovem Edinielly Alves dos Santos, de apenas 14 anos de idade, faleceu por volta das 12hrs no HM de Lima Campos com sintomas da Covid-19.
Segundo amigos e familiares, ela começou a apresentar sintomas do vírus. “Os médicos fizeram de tudo, realizaram vários exames e ela já tinha sofrido 4 convulsões, e na 5º ela não resistiu”, contou uma pessoa ligada a família.
Edinielly estava morando na cidade de São Luis Gonzaga do Maranhão com a sua mãe. O pai dela reside no povoado Supapinho zona rural de Lima Campos.
Ainda segundo parentes, a jovem poderia ter tido uma bronquite mal curada, e com a Covid ela só se agravou.
Segundo a Secretária de saúde do município de Lima Campos, Lidiane Curvina, foi categórica em afirmar o seguinte sobre o caso dessa jovem:
“O exame de sangue deu negativo mas outros exames sugestivos”, disse a secretária de saúde.
O corpo da jovem foi enterrado na ala da Covid-19, no Cemitério Municipal Jardim das Acácias em Lima Campos.
Nossos sentimentos de pesar a toda família!
Informações Blog do Marcos Limma

Continuar Lendo

Notícia Geral

PERITORÓ CONTABILIZA DEZ MORTES POR COVID-19, DIZ SECRETARIA DE SAÚDE

Boletim epidemiológico, tem data do dia 25/02/2021

Publicado

em

Por

A secretaria municipal de saúde, divulgou um boletim epidemiológico , nele consta que dez pessoas morreram por Covid-19, porém, a referida secretaria , diz que os dados são correspondentes as informações encontradas no site da prefeitura até o dia 20-08-2020, e que foram atualizadas com informações do centro de atendimento Covid-19, aberto em 25-02-20201

Continuar Lendo

Notícia Geral

Polícia Civil prende suspeitos de vários crimes em Rosário-MA

A prisão dos dois suspeitos foi feita nesta quinta (25).

Publicado

em

Por

Uma ação da Polícia Civil, coordenada pela Delegacia Regional de Rosário, resultou na prisão de dois homens suspeitos de praticar os crimes de: tráfico de drogas, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio e corrupção de menores.
A prisão foi feita nesta quinta-feira (25). Durante levantamento Policial, foi identificada uma residência com intensa movimentação de tráfico de drogas. Os Policiais cercaram a casa e um dos suspeitos se entregou, o outro atirou contra os Policiais que tiveram que revidar.
O homem ficou ferido e precisou ser encaminhado para São Luís. No local, os Policiais apreenderam: uma pistola calibre 9mm com numeração suprimida, uma porção prensada de maconha de aproximadamente 200 gramas, 22 trouxa pequenas de maconha, 11 munições 9mm é a quantia de R$ 505,00.
Informações Blog do Luís Pablo

Continuar Lendo

Destaques da Semana