Viés de confirmação retarda saída da crise

Comentários 0

O Brasil demorará mais tempo a sair da crise por um motivo psicológico: o viés de confirmação. Trata-se da tendência de interpretar os fatos de modo a que confirmem hipóteses iniciais – mesmo que sejam falsas.

Quando a economia brasileira ia relativamente bem, com o pleno emprego da presidente Dilma Rousseff, as forças interessadas em derrubá-la apontavam uma catástrofe inexistente.

Agora que existe uma catástrofe real, com o estrago produzido por Michel Temer e Henrique Meirelles, as forças que apoiaram o golpe enxergam uma recuperação que nunca chega.

Por essa lógica, Dilma quebrou o Brasil quando todos tinham emprego e Temer e Meirelles salvam o Brasil, quando todos demitem.

Recentemente, o economista Maílson da Nóbrega disse que “todos erraram” em suas previsões sobre o pós-impeachment. Na verdade, só erraram – e continuam errando – os que pensam de acordo com esse viés de confirmação.

Fonte: Brasil247

Os comentários estão desativados.